Saiba como evitar atrasos no seu tratamento ortodôntico

Cuidados com o seu aparelho ajuda na velocidade de seu tratamento ortodôntico! Abaixo iremos listar algumas dicas de como cuidar de seu aparelho.
1. Quebra dos bráquetes
As quebras são as causas mais frequentes de atraso. A partir do momento que o aparelho é colocado (bráquete, fios e elásticos) forças são feitas sobre o dente para que ele se movimente. Quando um bráquete solta, a força sobre o dente deixa de acontecer e o dente para de se movimentar até a próxima consulta.
Evitar comer alimentos duros como: pipoca, balas, torresmos, rapaduras é aconselhável durante todo o tratamento.
2. Falta à consultas
A cada consulta, o ortodontista realiza a ativação de força em seu aparelho para que o dente se movimente. Sem a ativação o dente não se movimenta, dissemos que o aparelho esta passivo na sua boca. Então, a cada mês sem ir ao seu dentista, irá acrescer um mês a mais em seu tratamento, e mais tempo você ficará com o aparelho.
3. Descuidos coma higiene
A má higiene bucal, promove o acumulo de placa bacteriana e tártaro entre os dentes e nos bráquetes. Esse acumulo, muitas vezes pode impedir o movimento dentário e aumentar o atrito entre o fio e os bráquetes. Além disso, a má higiene pode causar cáries e nesses casos, o tratamento deve ser interrompido até que seja realizado o tratamento no dente que está com cárie.
4. Falta de uso de elásticos.
Pacientes que fazem bom uso do elástico ficam menos tempo de aparelho. O pouco uso, ou o uso de forma incorreta atrasa a movimentação dentária prevista pelo ortodontista ou causa movimentos incorretos dos dentes e que necessitarão ser corrigidos futuramente.
O comprometimento com o seu tratamento ortodôntico é muito importante para o sucesso de seu tratamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *